CESSAÇAO TABAGICA E GANHO PONDERAL

Tem algum utente que quer deixar de fumar, mas tem receio de ganhar muito peso durante o processo? 

Conheça algumas dicas úteis que pode fornecer ao seu utente para ajudar no processo de cessação tabágica sem aumentar muito de peso.

 

Sabe qual é a primeira causa evitável de doença, incapacidade e morte prematura nos países desenvolvidos? Fumar!

Em 2010, o consumo de tabaco foi responsável pela morte de cerca de 11 000 pessoas fumadoras ou ex-fumadoras, causadas por doenças respiratórias, cancro ou doenças do aparelho cardiovascular, em Portugal.

Deixar de fumar diminui o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e doenças respiratórias, bem como inúmeros tipos de cancro… Mas, ao longo do processo da cessação tabágica, a vontade de comer e de ingerir alimentos é frequente, bem como o aumento de peso.

O ganho ponderal após a cessação tabágica está bem documentado e ocorre em cerca de 84% dos casos, sendo citado frequentemente como o principal motivo para a relutância em deixar de fumar e recaída depois da cessação.

 

Mas afinal, que fatores levam ao aumento do peso no processo de cessação tabágica?

Apesar do cigarro conter mais de 7000 substâncias, pensa-se que a nicotina é principal composto que interfere nas variações do peso, estando já descritos alguns mecanismos responsáveis por este fenómeno, nomeadamente:

1- Diminuição do metabolismo basal

2- Diminuição da oxidação lipídica

3- Aumento da ingestão energética

 

Apesar do ganho ponderal associado, é consensual que os benefícios da cessação do consumo de tabaco superam eventuais riscos associados!

 

De forma a promover um consumo alimentar adequado durante a cessação tabágica, apresentamos algumas recomendações, baseadas na evidência científica mais recente, facilitando a adesão terapêutica e a continuação do processo e reduzindo o risco do aumento de peso corporal.

É aconselhado que durante os primeiros 3 meses de cessação, período normal do aparecimento dos sintomas de abstinência, o fumador se concentre na cessação tabágica e não no controlo do peso. No entanto, o fumador deverá ser encorajado desde o início do processo para a importância da adoção de estilos de vida saudáveis, nomeadamente para a atividade física regular e para hábitos alimentares saudáveis. É importante salientar que os benefícios para a saúde decorrentes da cessação tabágica excedem quaisquer outros riscos associados ao aumento médio de 4 a 5 kg ou outros efeitos psicológicos que possam surgir depois da cessação.


Deixamos alguns conselhos que pode dar aos seus utentes:

·         Foco! Lembre-se que a continuidade dos hábitos tabágicos é mais prejudicial que este eventual e temporário aumento de peso.

·         Aprenda a distinguir a “fome física” da “fome emocional” e compulsão alimentar. Quando sentir fome sem sentir desconforto gastrointestinal e, por vezes, dores de cabeça, provavelmente é a sua mente que tem fome: aguarde cerca de 15 minutos e tente ocupar-se com outros pensamentos e outras tarefas. Se mesmo assim sentir fome, adote as estratégias que recomendamos a seguir.

·         Anote as horas de maior compulsão para fumar e tenha sempre disponíveis pastilhas elásticas sem açúcar ou frutos secos em quantidades moderadas.

·         Faça várias refeições ao longo do dia e tenha sempre disponíveis pequenos lanches saudáveis.

·         Dê preferência a alimentos com proteínas e fibras, uma vez que estes nutrientes retardam o esvaziamento gástrico, contribuem para a saciedade e diminuem o apetite.

·         Beba líquidos ao longo do dia e faça da água a sua bebida de eleição! Evite as bebidas com cafeína e alcoólicas.

·         Pratique atividade física de forma regular.

·         Mantenha as mãos ocupadas: rabiscar enquanto está ao telefone, utilizar uma bola anti-stress, fazer tricô ou croché, resolver palavras cruzadas ou ler um livro.

·         Informe-se sobre a existência de consultas multidisciplinares de cessação tabágica no Centro de Saúde ou Hospital da sua área de residência.

·         O controlo de peso regular faz parte de um estilo de vida saudável: pese-se com frequência.

·         Se tiver dificuldade em controlar o seu peso durante o processo de cessação tabágica e em adotar um padrão alimentar saudável, consulte um Nutricionista.

 

Estas são algumas das recomendações que pode dar ao seu utente que quer deixar de fumar, mas que ao mesmo tempo tem receio em ganhar peso.

 

O que achou deste artigo? Foi útil?

 

Até já!

Fique EMFORMA!

 

 

 

“Cessação tabágica e ganho ponderal – linhas de orientação” (Dezembro 2015), Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável - Direção-Geral da Saúde. Disponível em https://www.dgs.pt/programa-nacional-para-a-prevencao-e-controlo-do-tabagismo/relatorios-e-publicacoes/cessacao-tabagica-e-ganho-ponderal-linhas-de-orientacao.aspx data de consulta 13/09/2018.

Ao continuar a navegar na página web, o utilizador está a concordar expressamente com a colocação de cookies no seu computador que permitem medir estatísticas de visitas e melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos. Clique aqui para mais informações.