Sensor

Monitorização em tempo real concilia os conceitos de alimentação e saúde

 

 “Nós somos o que comemos” – a alimentação é um tema cada vez mais discutido na área da Saúde. Existem alimentos com determinadas propriedades que nos fazem bem, outros que devemos evitar e existem várias teorias sobre quais as melhores práticas alimentares a adotar…


Podemos afirmar que conceitos como alimentação e dieta equilibrada estão cada vez mais associados à Saúde e são uma preocupação diária na vida dos portugueses, não só pelo cuidado com a aparência e bem-estar físico, mas também pela prevenção de doenças.


Ter um registo preciso e em tempo real da ingestão de alimentos e nutrientes e de, por exemplo, álcool é importante para a monitorização de várias doenças, incluindo a diabetes, várias doenças cardiovasculares e o alcoolismo.


Cientistas da Universidade Tufts, Massachusetts, desenvolveram um novo sensor inovador!


Este sensor, de forma quadrangular, tem apenas 2 milímetros de lado e pode ser anexado à superfície irregular de um dente, de maneira a medir e transmitir leituras constantes sobre a ingestão de glicose, sal e álcool. O dispositivo transmite os dados recolhidos para um dispositivo móvel, onde o utilizador poderá observar os resultados obtidos.

O dispositivo é uma combinação de um novo sensor químico associado à tecnologia de radiofrequência.

Os sensores são compostos de três camadas intercaladas: uma camada central “bio-responsiva” que absorve as substâncias a serem detetadas e duas camadas externas constituídas por dois anéis de ouro. Juntas, as três camadas analisam a amostra e transmitem ondas no espectro de radiofrequência.


O dispositivo é apenas um protótipo e, até agora, foi testado para identificar algumas substâncias específicas, no entanto, os cientistas pretendem atingir o potencial máximo deste dispositivo ao permitir a deteção e o registo de uma ampla gama de nutrientes, substâncias químicas e estados fisiológicos. Além disso, prevê-se também que o sensor possa ser anexado a outras superfícies, como a pele, e ser útil na medição da composição química da transpiração, temperatura corporal e outros parâmetros.

 

Fique atento às novidades… Mantenha-se EMFORMA!

 

FONTE: TuftsNow (now.tufts.edu/news-releases/scientists-develop-tiny-tooth-mounted-sensors-can-track-what-you-eat)

Ao continuar a navegar na página web, o utilizador está a concordar expressamente com a colocação de cookies no seu computador que permitem medir estatísticas de visitas e melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos. Clique aqui para mais informações.