Depressão pos parto


Hoje vamos falar de um problema frequente que acontece após o parto: a Depressão pós-parto. Sabe o que é? E já ouviu falar de “baby blues”? Serão estes conceitos a mesma coisa?


A Depressão pós-parto ocorre em cerca de 15% das mulheres após o parto, no entanto, devido a fatores culturais e sociais, muitas vezes, as mulheres não falam abertamente sobre os sintomas de depressão. Desta maneira, os profissionais de saúde têm um papel fundamental na deteção desta patologia, devendo procurar sintomas junto das mulheres, antes e depois do parto.


A etiologia desta doença não é totalmente conhecida, no entanto, sabe-se que existem alguns fatores que aumentam o risco de desenvolver Depressão pós-parto, nomeadamente mulheres com as seguintes características:

·         Melancolia pós-parto (alterações no humor, irritabilidade, ansiedade, diminuição da concentração, insónia e crises de choro);

·         Episódio anterior de Depressão pós-parto;

·         Diagnóstico anterior de Depressão;

·         Histórico familiar de Depressão;

·         Stress;

·         Falta de apoio do parceiro ou familiares;

·         Gravidez não planeada;

·         Aborto prévio, bebé com malformação congénita, etc.

 

Quais são os sintomas da Depressão pós-parto?

No que diz respeito aos sinais e sintomas, estes são bastante semelhantes aos da Depressão Major, incluindo:

·         Tristeza profunda

·         Sentimento de culpa

·         Choro incontrolável

·         Insónia ou aumento do sono

·         Perda ou aumento excessivo de apetite

·         Irritabilidade e raiva

·         Cefaleia e dores no corpo

·         Fadiga extrema

·         Preocupações irrealistas sobre o bebé ou desinteresse

·         Sensação de ser incapaz de cuidar do bebé

·         Ideias suicidas

·         Ansiedade ou ataques de pânico

A Depressão pós-parto interfere não só na capacidade materna de cuidar de si mesma, mas também do bebé.

 

 

Quando é que se deve suspeitar de Depressão pós-parto ou outros transtornos mentais graves?

Deve-se suspeitar de Depressão pós-parto se a mulher tiver os sintomas durante um período de tempo superior a duas semanas, sintomas estes que interferem diretamente nas atividades diárias, pensamentos homicidas ou suicidas ou se tiver alucinações.

 

Como é feito o diagnóstico desta doença?

O diagnóstico é feito através da avaliação clínica e, por vezes, com o auxílio de escalas formais de depressão. O diagnóstico precoce e o tratamento podem melhorar substancialmente os resultados e a qualidade de vida das mães e dos seus bebés.

 

Qual é o tratamento?

O tratamento da Depressão pós-parto inclui antidepressivos e psicoterapia.

Existem outros tipos de tratamento que mostraram algum benefício associado, como a prática de exercício, terapia da luz, massoterapia, acupuntura e suplementação dos ácidos gordos ómega-3.

Sem qualquer tipo de tratamento, a depressão pós-parto pode resolver-se, no entanto, sem tratamento existe também o risco de se tornar crónica.

 

Depois de perceber o que é a Depressão pós-parto, vamos então esclarecer o que é a baby blues, também conhecida como melancolia pós-parto.

A Melancolia pós-parto é diferente da Depressão pós-parto, porque a melancolia tipicamente dura 2 a 3 dias, podendo durar no máximo 2 semanas, e é menos grave que a Depressão pós-parto.

 

Para terminar, deixamos-lhe uma curiosidade: Sabia que, nesta fase, os pais também estão em risco de desenvolver depressão?

 

Gostou deste artigo?

Até já!

Fique EMFORMA!

 


Julie S. Moldenhauer, Depressão pós-parto – Ginecologia e obstetrícia. Manual MSD - Versão para Profissionais de Saúde. Disponível em https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/ginecologia-e-obstetr%C3%ADcia/cuidados-p%C3%B3s-parto-e-dist%C3%BArbios-associados/depress%C3%A3o-p%C3%B3s-parto acedido a 08/10/2018

Ao continuar a navegar na página web, o utilizador está a concordar expressamente com a colocação de cookies no seu computador que permitem medir estatísticas de visitas e melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos. Clique aqui para mais informações.