Asma

1 de maio é o dia escolhido para comemorar a doença crónica que afeta cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo

 

No dia 1 de maio celebra-se o Dia Mundial da Asma. Este dia é organizado pela Global Initiative for Asthma, com o objetivo de incentivar a prevenção da doença e o nível de consciencialização da população.


A asma é uma doença crónica frequente e potencialmente grave que não tem cura, mas pode ser controlada. Esta é uma doença que afeta cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo a doença crónica mais comum nas crianças. 

A asma é uma doença inflamatória crónica das vias respiratórias, provocada por diversos estímulos (ácaros do pó, pólenes, poluentes atmosféricos, exercício, stress, etc). A exposição a estes estímulos desencadeia uma resposta imunológica que leva à inflamação das vias aéreas e, consequente, dificuldade em respirar. 

Os sintomas variam de pessoa para pessoa e de intensidade, mas geralmente incluem:

- Falta de ar e cansaço;

- Pieira e tosse;

- Dores ou pressão no peito.

A asma não controlada associa-se a pior qualidade de vida, faltas escolares e laborais, mais consultas médicas, mais idas aos serviços de urgência, maior número de internamentos hospitalares e maior mortalidade.


Em Portugal, estima-se que existem cerca de 700.000 pessoas com asma ativa. De acordo com os dados nacionais, metade das pessoas com asma não tem a sua doença controlada. A não adesão ao tratamento e a utilização incorreta dos dispositivos inalatórios prejudicam o controlo da doença. Neste sentido, o Farmacêutico tem um papel importante aquando da dispensa de dispositivos inalatórios, nomeadamente a sua descrição detalhada de funcionamento, exemplificando a inalação, de maneira a que o utente fique esclarecido e adira de maneira eficaz à terapêutica.


A Direção-Geral da Saúde reforça que as pessoas com asma podem e devem praticar atividade física de maneira moderada e regular para melhorar a sua condição física e a sua capacidade cardiorrespiratória. A atividade física melhora a tolerância ao esforço, reduz o desconforto respiratório e o broncospasmo, melhora o sono, contribui para a redução do uso de medicamentos, melhora a mecânica respiratória e previne complicações pulmonares.

Os asmáticos beneficiam principalmente de atividades aeróbias, tais como a caminhada, a corrida ou passeios de bicicleta.

 

FONTES:

Direção-Geral da Saúde: www.dgs.pt

Global Initiative for Asthma: www.ginasthma.org

Ao continuar a navegar na página web, o utilizador está a concordar expressamente com a colocação de cookies no seu computador que permitem medir estatísticas de visitas e melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos. Clique aqui para mais informações.